Fecoagro-RS espera boa safra gaúcha de verão para milho e soja

92

Porto Alegre, 2 de outubro de 2019 – A expectativa da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul (Fecoagro-RS) para a nova safra de verão no estado é muito boa. Segundo o presidente da entidade, o engenheiro agrônomo Paulo Pires, a safra de soja é esperada dentro da normalidade, com aumento de área de 1% em relação ao ano passado. O milho deve ter aumento superior a este.

Os produtores se preocupam com a baixa rentabilidade, o que tem sido comum. Além disso, após muitos investimentos nos últimos anos, as parcelas estão sendo pagas. Pires observa que “aqueles produtores que gastam pouco, que controlam seus gastos, estão capitalizados. Determinadas culturas, em algumas regiões, têm produtores endividados”.

Essa conjuntura faz com que o produtor evite o investimento em tecnologia – irrigação,  renovação do maquinário etc – visando, em primeiro lugar, pagar suas contas. Ainda assim, “a procura por crédito não parece muito grande”, sendo realizados contratos pontuais para investimentos, mas não para custeio da safra. “As taxas excessivas esvaziaram essa busca pelo custeio”, disse o presidente da Fecoagro-RS.

Além do encarecimento da assistência técnica e do seguro, os custos de produção foram afetados pela subida considerável na manutenção das máquinas. “Antes, não se falava em máquinas no custo da lavoura”, lembrou.

Pires crê que o clima deve ser favorável à safra de verão, de um modo geral, mas observa: “As previsões de longo prazo costumam ser eficientes”. Assim, os produtores devem se preparar pouco a pouco para lidar com as variações meteorológicas.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA