Plantio de milho da safra 2019/20 está atrasado em Goiatuba (GO)

126

     Porto Alegre, 17 de outubro de 2019 – Os produtores de Goiatuba, no sul de Goiás, aguardam melhores condições climáticas para iniciar o cultivo da safra verão 2019/20 de milho, segundo informações da Emater local.

     De acordo com o engenheiro-agrônomo Alceu Marques Filho, o plantio está atrasado em cerca de 15 dias, diante da falta de bons volumes de precipitações na região. “A última chuva de bom volume foi registrada na região em 5 de outubro. Nova chuva está prevista a partir de 23 de outubro, ainda que a expectativa é de precipitações bastante limitadas em novembro, o que preocupa”, comenta.

     A expectativa é de que a área cultivada fique em 1,5 mil hectares, sem alterações frente ao ano anterior, com a produtividade média estimada em 6.500 quilos por hectare. Para a safrinha, a projeção no momento indica uma área a ser cultivada de 25 mil hectares.

     O mais recente levantamento de SAFRAS & Mercado estima uma área cultivada para o estado de Goiás e o Distrito Federal de 297,245 mil hectares de milho na safra verão 2019/20, baixa de 8,0% ante os 323,160 mil hectares registrados na safra anterior (2018/19). A produção de milho deverá atingir 1,753 milhão de toneladas, abaixo dos 1,91 milhão de toneladas colhidas na safra verão 2018/19. O rendimento médio deve ficar em 5.900 quilos por hectare, abaixo dos 5.912 quilos colhidos na temporada passada.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA