Previsão de alta do PIB em 2019 oscila para 0,88% – Focus

83

     Porto Alegre, 21 de outubro de 2019 – Os economistas ouvidos pelo Banco Central ajustaram para cima a estimativa do crescimento da economia brasileira em 2019, de 0,87% para 0,88%, segundo o relatório de mercado Focus. Já para os próximos anos, a previsão de alta do Produto Interno Bruto (PIB) foi mantida, seguindo em 2% em 2020, pela quinta vez, e em 2,50% em 2021 e em 2022, cada, níveis mantidos há 136 e 78 semanas, respectivamente.

     Em relação à dívida líquida do setor público e o PIB, a previsão para 2019 oscilou de 56,05% para 56,10%, enquanto para 2020 foi de 58,40% para 58,00%. Já para 2021, a relação da dívida líquida foi de 60,60% do PIB para 60,50%, enquanto para 2022 passou de 61,10% para 60,00% do PIB.

     Em relação ao resultado primário consolidado, a estimativa para 2019 passou de -1,40% para -1,39% do PIB, enquanto para 2020 foi de -1,18% do PIB para -1,05%. Para 2021, a previsão ficou em -0,60% do PIB pela terceira vez, enquanto para 2022 seguiu em superávit primário de 0,10%. Com informações da Agência CMA.