Custos de Produção do agro têm o quarto mês seguido de queda no RS

105

Porto Alegre, 23 de outubro de 2019 – Os custos de produção registraram uma queda de 0,14% em setembro no Rio Grande do Sul. Este é o quarto mês consecutivo de retração no Indice de Inflação dos Custos de Produção (IICP), conforme relatório divulgado pelo Sistema Farsul, nesta quarta-feira, dia 23. Os preços dos fertilizantes têm impactado diretamente no resultado, mesmo com a taxa de câmbio em ascensão. Já o Indice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) teve uma valorização de 3,88% especialmente pela alta cambial.

O IICP acumula uma queda de 2,68% em 12 meses, especialmente pela redução do preço dos fertilizantes em 11% na comparação com setembro de 2018. A economista do Sistema Farsul, Danielle Guimarães, comenta que o preço dos insumos responde ao comportamento do mercado. “É a lei da oferta e da procura. Tivemos um aumento na oferta mundial, gerando uma queda a patamares historicamente baixos. Isso impactou nos custos, influenciando mais do que o câmbio”, explica.

Mas, se os custos apresentam queda mesmo com a alta cambial, os preços foram impactados por ela, especialmente a soja. Mas o aumento em setembro não foi o suficiente para a recuperação do IIPR em 12 meses, que registra -4,01%, resultado inverso ao IPCA Alimentos que atingiu crescimento de 3,56%. Isso mostra um descolamento entre os dois indicadores no curto prazo.

As informações são da assessoria de imprensa da Farsul.

Revisão: Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA