Açúcar avança em Nova York, rompendo resistências

94

     Porto Alegre, 28 de outubro de 2019 A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures US) para o açúcar bruto encerrou o pregão eletrônico com cotações mais altas.

    O mercado avançou puxado por fatores técnicos, com a posição março superando importante resistência gráfica, o que atraiu compras automáticas (os chamados “stops”) de fundos e especuladores.

    Contribuiu para o direcionamento positivo das cotações futuras do açúcar a desvalorização do dólar ante o real, fator que torna as exportações do Brasil menos competitivas e passa a ideia de diminuição na oferta global.

    Nas intradiárias, a posição março de 2020 superou a linhas de 12,39 centavos de dólar por libra-peso, a máxima dos dias 21 e 25 de outubro.

     Os contratos com entrega em março/2020 encerraram o dia a 12,54 centavos de dólar por libra-peso, alta de 0,19 centavo (+1,53%) em relação ao fechamento anterior. A mínima do dia foi 12,34 cents/lb, e a máxima 12,59 centavos.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA