Taxa de desemprego da Eurozona fica em 7,5% em setembro

100

     Porto Alegre, 31 de outubro de 2019 – A taxa de desemprego dos países que compõem a zona do euro ficou em 7,5% em setembro, estável em relação a agosto, e marcando seu menor nível desde julho de 2008, segundo dados da agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Em agosto de 2018, a taxa de desemprego da zona do euro estava em 8,0%.

     Na União Europeia (UE), a taxa de desemprego ficou em 6,3% em setembro, de estável em relação a agosto, o menor patamar desde que as estatísticas mensais de desemprego da UE começaram a ser calculadas, em janeiro de 2000. Em setembro de 2018, a taxa estava em 6,7%.

     Em termos absolutos, o número de desempregados na zona do euro somou 12,335 milhões em setembro, uma alta de 33 mil ante agosto e uma baixa de 738 mil ante agosto de 2018. Na União Europeia, o número de desempregados foi de 15,635 milhões em setembro, alta de 48 mil em base mensal e baixa de 889 mil em base anual.

     As menores taxas de desemprego foram registradas na República Tcheca (2,1%) e na Alemanha (3,1%), enquanto as maiores foram observadas na Grécia (16,9% em julho) e na Espanha (14,2%). Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA