Ações da Ásia fecham em alta com melhora em indústria da China

94

    Porto Alegre, 1 de novembro de 2019 – Os principais índices do mercado de ações da Ásia fecharam o último pregão da semana em alta, refletindo dados positivos sobre a indústria chinesa, e após os Estados Unidos afirmarem que buscam um novo local para a assinatura do acordo comercial com a China.

    O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China subiu para 51,7 pontos em outubro, de 51,4 pontos em setembro, refletindo o aumento dos novos pedidos de exportação após os Estados Unidos suspenderem tarifas a alguns bens chineses.

    Além disso, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que um novo local será anunciado em breve para ele presidente chinês, Xi Jinping, assinar, a fase um do acordo comercial, depois que o Chile cancelou uma reunião planejada para meados de novembro.

    Por fim, os investidores aguardam os dados sobre a criação de empregos nos Estados Unidos em outubro, e a expectativa é pela criação de 90 mil vagas, abaixo da abertura de 136 mil vagas de setembro, em parte devido à greve dos trabalhadores da General Motors.

    “O mercado de trabalho cresceu a um ritmo insuportavelmente rápido por algum tempo. O número de pessoas contratadas a cada mês deve diminuir. O desafio é descobrir se a desaceleração é causada pela falta de pessoas para contratar ou pela falta de empregos a serem preenchidos”, segundo o economista Paul Donovan, do UBS.

    Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices asiáticos:

     Nikkei 225 (Tóquio): -0,33%, 22.850,77 pontos

     Hang Seng (Hong Kong): +0,72%, 27.100,76 pontos

     Xangai Composto (Xangai): +0,99%, 2.958,20 pontos

     Kospi (Seul): +0,80%, 2.100,20 pontos 

     Veja a variação dos índices no acumulado da semana:

     Nikkei 225 (Tóquio): +0,22%

     Hang Seng (Hong Kong): +1,63%

     Xangai Composto (Xangai): +0,11%

     Kospi (Seul): +0,59%

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS