Exportações brasileiras de café devem superar 40 mi scs em 2019

113

     Porto Alegre, 14 de novembro de 2019 – As exportações totais brasileiras de café (verde e torrado e moído e solúve) atingiram 3,422 milhões de sacas de 60 quilos em outubro, com queda de 13,1% no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Os dados são do Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil), divulgados nesta semana.

     A receita cambial com os embarques em outubro deste ano foi de US$ 441,1 milhões, tendo baixa de 14,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Já o preço médio da saca de café foi de US$ 128,9/saca, 1,8% inferior a outubro de 2018. Com relação às variedades embarcadas no mês, o café arábica representou 82,6% do volume total exportado, equivalente a 2,8 milhões de sacas. O café conilon (robusta) atingiu a participação de 8%, com o embarque de 274 mil sacas e o café solúvel representou 9,4% das exportações, com 321 mil sacas exportadas.

     Embora tenham apresentado queda em relação a igual período de 2018, os embarques em outubro de 2019 podem ser considerados sólidos e levaram o Brasil a estar muito próximo de superar a marca de 40 milhões de sacas exportadas no ano.

     No ano civil de 2019, no acumulado de janeiro a outubro, as exportações permanecem sendo as maiores dos últimos cinco anos para o período, com o embarque de 34,047 milhões de sacas, 22,8% a mais contra o mesmo período acumulado do ano anterior. Assim, se o país mantiver 3 milhões de sacas pelo menos embarcadas no total (verde mais café industrializado) em novembro e dezembro, o ano terminará com embarques de mais de 40 milhões de sacas.

     De janeiro a outubro deste ano as exportações de café conilon se destacaram com o incremento de 58,3% (equivalente a 3,3 milhões de sacas) na comparação com o período do ano passado. O café arábica também registrou crescimento no período, de 21,3% (27,4 milhões de sacas), enquanto que o solúvel apresentou aumento de 9,4% nas exportações (3,3 milhões de sacas), segundo o Cecafé.

     Já nos últimos 12 meses (de novembro de 2018 a outubro de 2019) o Brasil exportou 41,9 milhões de sacas, sinalizando um recorde histórico de exportações de café para este ano.

    Nos quatro primeiros meses do Ano-Safra 2019/20 (jul-out), assim como no ano civil, o Brasil registrou a melhor performance dos últimos cinco anos em termos de volume de café exportado. No período, foram embarcados 13,6 milhões de sacas de café, crescimento de 4,1% em relação ao mesmo período do ano passado. As exportações de café arábica de julho a outubro foram de 10,6 milhões de sacas (crescimento de 4,6% em relação a mesma base comparativo de 2018). Já os embarques de café conilon foram de 1,6 milhão (aumento de 4,9% em relação ao ano passado).

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA