Aumento em gastos do governo chinês desacelera em 2019 até outubro

88

     São Paulo, 19 de novembro de 2019 – O governo da China diminuiu o ritmo de crescimento dos gastos no mês passado, refletindo o esforço fiscal feito no início de 2019 para estimular a economia, segundo a agência de notícias “Dow Jones”.

     Os gastos fiscais da China aumentaram 8,7% de janeiro a outubro em relação ao mesmo período do ano anterior, taxa menor que a observada de janeiro a setembro, quando houve aumento de 9,4% no período de janeiro a setembro, informou o ministério das finanças chinês.

     A receita fiscal da China aumentou 3,8% no de janeiro a outubro, acelerando o ritmo de crescimento na comparação com janeiro a setembro, quando houve alta de 3,3%.

     A receita de vendas de terrenos, principal fonte de renda para os governos locais, aumentou 6,9% em 2019 até outubro, em comparação com um aumento de 5,8% que havia sido observado até setembro.

     A China teve um déficit fiscal de 2,29 trilhões de iuanes (US$ 325,93 bilhões) no período de janeiro a outubro, de acordo com os dados. O governo planejava um déficit fiscal de 2,76 trilhões de iuanes em 2019.

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2019 – Grupo CMA