Preços do café devem subir, acompanhando exterior

77

     Porto Alegre, 20 de novembro de 2019 – Os preços do café deverão subir nesta terça-feira nas principais praças do país, acompanhando os ganhos externos e a alta do dólar. Mas o feriado em São Paulo tende a tirar liquidez do mercado e afastar os negociadores.

NOVA YORK

* Os contratos com vencimento em março operam com alta de 1,15 centavo em Nova York, cotados a 107,30 centavos de dólar por libra-peso, o equivalente a 1,08%.

* Os contratos com entrega em dezembro/2019 fecharam o dia a 102,70 centavos de dólar por libra-peso, com desvalorização de 2,85 centavos, ou de 2,7%.

CÂMBIO

* O dólar abriu em alta em relação ao real, ainda orbitando na faixa de R$ 4,20, em uma sessão esvaziada pelo feriado na cidade de São Paulo pelo Dia da Consciência Negra, o que mantém os mercados na B3 fechados e enxuga a liquidez do dia.

* Ainda assim, os negócios com câmbio são influenciados pelo exterior. Às 9h25, o dólar à vista subia 0,17%, cotado a R$ 4,2084.

INDICADORES FINANCEIROS

* As bolsas da Ásia fecharam em baixa. Xangai, -0,78%; e Tóquio, -0,62%.

* As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -0,39%; Frankfurt, -0,68% e Londres, -1,04%.

* O petróleo opera em alta. Janeiro do WTI em NY: US$ 55,72 o barril (+0,66%).

* O Dollar Index registra alta de 0,16% a 98,01 pontos.

MERCADO INTERNO

* O mercado físico brasileiro de café registrou preços fracos, de estáveis a mais baixos, nesta terça-feira. A queda do arábica na Bolsa de Nova York pressionou as cotações, mas o dólar acima de R$ 4,20 limitou o efeito negativo da bolsa.

* Em mais um dia de NY com volatilidade, quando a bolsa teve ganhos houve maior movimentação no mercado nacional para o café, com vendedores conseguindo fechar algumas posições. Depois, com NY caindo, o interesse também diminuiu e o comprador recuou suas bases.

* No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 455,00/460,00 a saca, contra R$ 460,00/465,00 do dia anterior. No cerrado mineiro, preço de R$ 460,00/465,00 a saca, contra R$ 465,00/470,00 de ontem.

* Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 320,00/325,00 a saca, estável.

* O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 303,00/308,00 a saca, inalterado.

AGENDA

– A posição dos estoques de petróleo dos EUA até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

– EUA: a ata da última reunião de política monetária será publicada às 15h pelo Federal Reserve.

—–Quinta-feira (21/11)

– Dados semanais e mensais sobre a safra de grãos e café do Paraná (Deral), na parte da manhã.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30min.

– Estimativa para a safra mundial de grãos – CIG, na parte da manhã.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (22/11)

– Alemanha: A leitura revisada do Produto Interno Bruto (PIB) de terceiro trimestre de 2019 será publicada às 4h pelo Destatis.

– Divulgação do IPCA-15 de novembro – IBGE, 9hs.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Evolução do plantio de soja no Brasil -SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA