Exportações brasileiras de milho chegam a 2,114 mi t em novembro

79

     Porto Alegre, 22 de novembro de 2019 – As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 361,2 milhões em novembro (10 dias úteis), com média diária de US$ 36,1 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 2,114 milhões de toneladas, com média de 211,4 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 170,80.    Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram

divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

     Na comparação com a média diária de outubro, houve uma retração de 18,7% no valor médio exportado, uma baixa de 20,8% na quantidade média diária e ganho de 2,6% no preço médio. Na comparação com novembro de 2018, houve ganho de 13,7% no valor médio diário exportado, elevação de 16% na quantidade média diária de volume e desvalorização de 2% no preço médio.

     Na semana, o ritmo de negócios foi calmo nas principais praças de comercialização. O feriado da Consciência Negra em São Paulo e em outras localidades trouxe morosidade às negociações. No geral, o mercado segue com preços firmes em trajetória ascendente. A oferta limitada e à necessidade de compra no mercado doméstico e para exportação mantém as cotações bem sustentadas.

     Nesta quinta-feira, no Porto de Paranaguá, o preço ficou em R$ 41,00/44,00 a saca. Em Santos, o preço girou em torno de R$ 42,00/45,00 a saca.

     No Paraná, a cotação está em em R$ 40,00/41,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 44,00/45,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 47,50/48,00 a saca. No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 43,00/45,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 42,50/44,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 39,00/40,00 a saca em Rio Verde, no disponível. Em Mato Grosso, preço ficou a R$ 34,00/35,00 a saca em Rondonópolis, para o disponível

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA