Preços do boi gordo disparam e passam de 200 a arroba em algumas praças

181

     Porto Alegre, 22 de novembro de 2019 – O mercado físico de boi gordo teve preços expressivamente mais altos na quarta semana de novembro. “A oferta permanece escassa, com os frigoríficos disputando de maneira acirrada animais que cumpram os padrões de exportação para a União Europeia e para a China”, disse o analista de SAFRAS & Mercado, Allan Maia.

     Segundo ele, não há sinais que apontem para mudança de tendência no curto prazo. “A demanda firme é outro elemento a ser considerado, também o ótimo desempenho das exportações em 2019 e do ápice do consumo no mercado doméstico, no último bimestre do ano. Todos esses fatores enxugam a oferta de abrem espaço para a escalada dos preços”, assinalou Maia

     Os preços a arroba do boi gordo na modalidade à vista nas principais praças de comercialização do País estavam assim no dia 21 de novembro

* São Paulo (Capital) – R$ 213,00 a arroba, contra R$ 188,00 a arroba em 13 de novembro, subindo 14,36%.

* Goiás (Goiânia) – R$ 196,00 a arroba, ante R$ 175,00 a arroba (+12%).

* Minas Gerais (Uberaba) – R$ 205,00 a arroba, contra R$ 182,00 a arroba (13,7%).

* Mato Grosso do Sul (Dourados) – R$ 200,00 a arroba, ante R$ 178,00 a arroba (+13,5%).

* Mato Grosso (Cuiabá) – R$ 186,00 a arroba, ante R$ 166,00 a arroba (13,2%).

Exportações

     As exportações de carne bovina “in natura” do Brasil renderam US$ 310,7 milhões em novembro (10 dias úteis), com média diária de US$ 31,1 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 63,9 mil toneladas, com média diária de 6,4 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 4.864,70.

     Na comparação com outubro, houve baixa de 0,2% no valor médio diário da exportação, perda de 8,3% na quantidade média diária exportada e alta de 8,8% no preço. Na comparação com novembro de 2018, houve ganho de 19,3% no valor médio diário, baixa de 2,1% na quantidade média diária e ganho de 21,8% no preço médio.

    Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA