Mercado de milho deve manter cautela nos negócios, atento ao dólar

94

     Porto Alegre, 4 de dezembro de 2019 – O mercado brasileiro de milho deve registrar um cenário de cautela nos negócios, com o movimento de queda do dólar frente ao real. No cenário internacional a Bolsa de Chicago opera com ganhos, tentando uma recuperação frente ao fechamento misto da última sessão.

CHICAGO

* Os contratos com entrega em março/20 operavam com ganho de 1,25 centavo em relação ao fechamento anterior, ou 0,32%, cotada a US$ 3,82 1/2 por bushel.

* O mercado busca suporte na notícia de que a China e os Estados Unidos completarão a primeira fase de um acordo comercial antes do prazo tarifário em 15 de dezembro, apesar dos comentários um dia antes do presidente norte-americano, Donald Trump, que colocaram em dúvida um acordo, informou a “Bloomberg”. As informações são da agência de notícias “Dow Jones”.

* Ontem (3), os contratos de milho com entrega em março fecharam a US$ 3,81 1/4, baixa de 0,75 centavo de dólar, ou 0,19%, em relação ao fechamento anterior.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra desvalorização de 0,19% a R$ 4,1990.

INDICADORES FINANCEIROS

* As bolsas da Ásia fecharam em queda. Xangai, -0,23%; e Tóquio, -1,05%.

* As principais bolsas na Europa operam em alta. Paris, +1,35%; Frankfurt,

+1,19% e Londres, +0,07%.

* O petróleo opera em alta. Janeiro do WTI em NY: US$ 57,11 o barril (+1,80%).

* O Dollar Index registra baixa de 0,08% a 97,600 pontos.

MERCADO

* O mercado brasileiro de milho apresentou preços estáveis nesta terça-feira. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o foco do mercado permanece na decisão de venda dos produtores, com a retenção ainda como estratégia recorrente. “Os volumes negociados na semana são pouco expressivos, apenas para preencher uma ou outra necessidade mais urgente. Os consumidores ainda enfrentam alguma dificuldade de abastecimento”, comenta.

* No Porto de Paranaguá, o preço ficou em R$ 41,00/45,00 a saca. Em Santos, o preço girou em torno de R$ 43,00/50,00 a saca.

* No Paraná, a cotação ficou em R$ 42,00/42,50 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 46,50/48,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 49,00/50,00 a saca.

* No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 45,00/46,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 45,00/47,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 40,00/42,00 a saca em Rio Verde, no disponível. Em Mato Grosso, preço ficou a R$ 35,00/36,00 a saca em Rondonópolis, para o disponível.

AGENDA

– A posição dos estoques de petróleo dos EUA até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

—–Quinta-feira (5/12)

– A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) realiza reunião em Viena, na Áustria.

– Eurozona:  A leitura final do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre de 2019 será publicada às 7h pela Eurostat.

– Projeções para a safra mundial de grãos – AMIS/FAO, no início do dia.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30min.

– EUA: o resultado da balança comercial de outubro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Comércio.

– Vendas internas, produção e exportação de máquinas agrícolas – Anfavea, a partir das 11hs.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (6/12)

– Alemanha:  A produção industrial de outubro será publicada às 4h pelo Ministério de Economia e Tecnologia.

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) referentes a novembro.

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referentes a novembro.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a novembro serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Estimativa de produção de soja, milho, arroz, algodão e feijão em 2019/20 – SAFRAS & Mercado, 12hs.

– Evolução do plantio de soja no Brasil -SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA