Distensão das condições financeiras se reflete no crédito livre – Ata do Copom

324

Porto Alegre, 17 de dezembro de 2019 – O Comitê de Política Monetária (Copom) avaliou, durante a reunião da semana passada, a evolução dos indicadores de condições financeiras e considera que o ambiente se encontra em situação favorável, como resultado da agenda de reformas e do ambiente externo relativamente positivo às economias emergentes. Alguns membros do Comitê apontam evidências do começo de um processo gradual de desintermediação financeira.

 

Para o Banco Central, essa distensão das condições financeiras vem se refletindo de maneira mais nítida na dinâmica dos mercados de crédito livre e de capitais, “que crescem a taxas robustas”. Com isso, alguns membros do Comitê destacaram que as mudanças no mercado de crédito e na intermediação financeira “podem impactar a transmissão da política monetária”. No encontro de dezembro, o Copom reduziu a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual (pp), pela quarta vez seguida, para 4,50% ao ano. As informações são da Agência CMA.

 

Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA