Algodão segue com preços firmes, atraindo negócios futuros

313

Porto Alegre, 20 de dezembro de 2019 – O mercado brasileiro de algodão seguiu operando com preços firmes na terceira semana de dezembro. Nesta quinta-feira, a média no CIF de São Paulo ficou em R$ 2,69 por libra-peso, ante 2,66% na semana anterior. Comparado ao mesmo período do mês passado, acumula alta de 4,9%.

 

No FOB do porto de Santos/SP, a fibra brasileira fechou o dia 19 indicada a 67,63 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 7,3% em relação ao mesmo período do mês passado. Na comparação com o contrato de maior liquidez na Bolsa de Nova York (março/20), o produto brasileiro está 1,33% acima. Há um mês e há um ano estava 3,57% abaixo e 0,56% acima, respectivamente.

 

Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, os reportes de negócios no mercado disponível seguem baixos. “Porém, os preços atrativos têm animado os produtores a registrar negócios de safras futuras”, revela. Destaque desta quinta-feira para o registro de 17,5 mil toneladas de algodão da safra 2020/21 do Mato Grosso, com destino a exportação.

 

“Interessante também frisar que as indicações de preços atuais já superam os custos da produção”, comenta Bento. No Mato Grosso, por exemplo, de acordo com dados do IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola, a safra 2019/20 terá um custo total de R$ 2,50/libra-peso. “A média de preços no estado fica em R$ 2,59/libra-peso, ou seja, cobriria o custo total e garantiria uma margem de 3,6%”, completa.

 

Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA