UNICA apresenta últimas estimativas para safras de açúcar e etanol

318

Porto Alegre, 20 de dezembro de 2019 – A UNICA (União da Indústria da Cana-de-Açúcar) disse nesta semana que os dados apurados até o momento confirmam a expectativa de maior moagem de cana-de-açúcar na safra 2019/2020 no Centro-Sul. Até 1º de dezembro, a quantidade de matéria-prima processada pelas unidades produtoras atingiu 575,29 milhões de toneladas. O volume esperado para o final do ciclo agrícola 2019/2020 é de 590,00 milhões de toneladas, com crescimento de 2,9% em relação as 573,17 milhões de toneladas processadas na safra 2018/2019.

 

Apesar da redução esperada na área colhida com cana-de-açúcar até o final do ciclo 2019/2020 (queda em torno de 2%), o aumento da moagem deve ocorrer em função da maior produtividade agrícola da lavoura, promovida especialmente pelas condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento da planta.

 

A UNICA estima ainda que 34,29% da cana-de-açúcar processada na safra 2019/2020 no centro-sul será destinada à produção de açúcar, ante 35,21% observados no ciclo anterior. Diante do mix de produção mais alcooleiro, a produção de açúcar esperada para o final da safra é de 26,70 milhões de toneladas, alta de apenas 0,72% sobre a oferta registrada em 2018/2019. Apesar do aumento da moagem de cana-de-açúcar em quase 17 milhões de toneladas, a produção de açúcar deve apresentar crescimento inferior a 200 mil toneladas.

 

Já a produção de etanol deve atingir um volume recorde, chegando a 33,1 bilhões de litros. Trata-se de uma expansão de 7,1% comparativamente ao volume observado na temporada passada (30,95 bilhões de litros). Deste volume, projeta-se que 9,72 bilhões de litros correspondem ao etanol anidro e 23,42 bilhões de litros ao etanol hidratado.

 

Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA