Dólar fecha em queda com aumento do apetite ao risco

392

     Porto Alegre, 26 de dezembro de 2019 – O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com queda de 0,48%, sendo negociado a R$ 4,0630 para venda. A moeda norte-americana seguiu a queda global da divisa, além do apetite maior ao risco. Apesar do volume financeiro baixo, o recuo no preço atraiu compradores, segurando um pouco a queda do dólar.

    Para amanhã, os analistas destacam os dados de estoque de petróleo nos Estados Unidos, além dos dados de inflação no Brasil, com a divulgação do IGP-M, e também do de emprego, com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgando a Pnad pela manhã.

    Mais cedo, o analista da Advanced Corretora, Alessandro Faganello, explicou que “o dólar iniciou os negócios em baixa, com os mercados se preparando para o encerramento do ano e já projetando o início de 2020”, porém, que o volume será reduzidos nesses três últimos pregões antes de encerramento do ano.

    Ainda assim, o analista da Mirae Asset, Pedro Galdi, lembra que depois de registrar o pico de R$ 4,27, no mês passado, quando renovou a máxima histórica desde a criação do real, em 1994, o dólar voltou ao patamar próximo de R$ 4,05.

    “A expectativa de que ocorreria um grande fluxo de entrada de dólar não se confirmou e tivemos remessas de dividendos de empresas multinacionais para suas matrizes. Todavia, o dólar reverteu a tendência de alta e caminha para fechar o ano ao redor de R$ 4,05”, comenta.

     As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA