Algodão avança no Brasil no primeiro dia de negócios de 2020

417

    Porto Alegre, 02 de janeiro de 2020 – O primeiro dia útil de 2020 foi de alta para os preços domésticos de algodão em pluma. Com reduzido volume de negócios, a indicação nominal no CIF de São Paulo ficou em R$ 2,69/libra-peso, com alta de 0,18% sobre a indicação da última segunda-feira. No FOB exportação do porto de Santos a fibra brasileira fechou em 68,20 cents de dólar por libra-peso (c/lb), valor 2% inferior ao fechamento do contrato spot na Bolsa de Nova York.

     Destaque para os números de exportação de dezembro, que ficaram em 278,2 mil toneladas, um recorde para o mês, superando em 8,5% as vendas do mês anterior e em 22% as de igual período do ano passado. Até a 29ª semana da temporada chegaram a 1,139 milhões de toneladas (recorde para o período). Esse volume supera 748 mil toneladas embarcadas no mesmo período do ano comercial anterior em 52,3%.

     Além disso, com esse desempenho, a cadeia produtiva já conseguiu exportar 54% do saldo de produção em relação ao consumo interno no ano comercial 2019/20. No mesmo período do ano anterior havia escoado 56% do saldo daquela temporada. “Isso mostra que mesmo tendo um saldo 57% superior, a cadeia produtiva tem sido eficiente no escoamento do excedente de produção em relação ao consumo”, comenta o consultor de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento.

     Nova York

     A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços moderadamente mais altos.

     O mercado voltou a reagir a notícias sobre o acordo entre Estados Unidos e China. A definição da data para a assinatura da “fase um” do acordo entre os dois países garantiu sustentação ao mercado. A alta do petróleo contribuiu para os ganhos do algodão, deixando a pluma mais competitiva em relação às fibras sintéticas.

     O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que a primeira fase do acordo comercial com a China será assinada no dia 15 de janeiro, na Casa Branca, e que logo em seguida começarão as negociações entre os dois países para a segunda fase do pacto.

     “Assinarei nossa grande e abrangente fase um do acordo comercial com a China no dia 15 de janeiro. A cerimônia será realizada na Casa Branca. Representantes de alto nível da China estarão presentes. Após essa data, irei a Pequim, onde as negociações começarão para a fase dois!”, disse Trump, em mensagem no Twitter no dia 31 de dezembro.

     Os contratos com entrega em março/2020 fecharam a 69,27 centavos de dólar por libra-peso, alta de 0,22 centavo, ou de 0,3%. Maio/2020 fechou a 70,45 centavos, com avanço de 0,27 centavo, ou de 0,4%.

     Câmbio

     O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com alta de 0,27%, sendo negociado a R$ 4,0250 para venda e a R$ 4,0230 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 4,0060 e a máxima de R$ 4,0430.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA