Vendas de etanol pelas distribuidoras somam 1,98 bilhão de litros em novembro – ANP

623

     Porto Alegre, 02 de janeiro de 2020 – O volume de etanol hidratado transacionado pelas distribuidoras no mês de novembro de 2019 foi de 1,98 bilhão de litros, volume que representa recuo de 3,59% em relação ao mês imediatamente anterior e interrompe trajetória de quatro meses de alta, disse nesta quinta-feira a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP).

     Em nota, a ANP pondera que “apesar do recuo, o volume transacionado mantém as vendas do biocombustível no patamar mais elevado dos últimos cinco anos pelo décimo sexto mês seguido”.

    Como o recuo no volume comercializado de etanol hidratado foi superior ao verificado para a gasolina C (-3,08%), a participação do etanol hidratado no total do ciclo Otto caiu de 45% em outubro para 44,91% em novembro. “Sobre esse aspecto, é importante ressaltar que a relação de preços entre etanol hidratado e gasolina C ficou em

67,26%, percentual inferior ao registrado em outubro/2019 (66,21%),

mas que mantém a vantagem competitiva do etanol hidratado que

persiste desde meados de abril de 2018”.

     Na comparação com novembro de 2018, a comercialização de etanol

hidratado apresentou variação positiva de 1,88%, e na comparação do

acumulado de janeiro a novembro de 2019 com o mesmo período do

ano anterior, crescimento de 17,76%.

     De acordo com o relatório quinzenal da UNICA (União da Indústria de Cana de Açúcar) para o Centro-Sul, a produção de etanol acumulada no ano chega a 31,72 bilhões de litros, até 01 de dezembro, dos quais 69,47% são de etanol hidratado.

     Na comparação regional, a comercialização de etanol hidratado

apresentou as respectivas variações mensais: Norte (8,27%),

Nordeste (5,16%), Sul (-2,51%), Centro-Oeste (-3,60%) e Sudeste

(-4,72%). Já as variações anuais por região foram as seguintes:

Sudeste (5,55%), Centro-Oeste (4,80%), Norte (-2,89%), Sul (-4,35%)

e Nordeste (-21,65%).

     As importações de etanol (anidro e hidratado) em novembro de 2019

registraram queda de 42,02% em relação ao mês anterior, para 48 milhões de litros. A participação das importações no total vendido também

diminuiu, com redução de 2,80% em outubro de 2019 para 1,67% em

novembro de 2019. Em relação ao acumulado nos primeiros onze meses de 2019, o volume do biocombustível importado está 20,50% abaixo do verificado no mesmo período de 2018.

     As informações partem da assessoria de imprensa da ANP.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA