Indicador de preços do açúcar da FAO dispara em dezembro

745

    Porto Alegre, 09 de janeiro de 2020 – O indicador de preços globais do açúcar da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) somou 190,3 pontos em dezembro, alta de 4,8% (8,7 pontos) contra novembro.

     O terceiro aumento consecutivo nos preços internacionais do açúcar aconteceu diante da escalada do petróleo, uma situação que estimula as usinas do Brasil a direcionarem mais cana para a produção de etanol, em detrimento ao açúcar, o que resulta em uma menor oferta global do adoçante nos mercados globais.

     Conforme a FAO, a contínua fraqueza do real frente ao dólar, associada com uma melhora nas perspectivas para a próxima safra da Índia, evitou que o rally nos preços do açúcar fosse ainda mais expressivo no último mês de 2019.

     No ano que passou, o indicador de preço da FAO para o açúcar aumentou 1,6%, na comparação com 2018, “refletindo um modesto aperto no balanço entre a oferta e a demanda globais”.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA