Algodão mantém cotações pouco alteradas no Brasil

317

    Porto Alegre, 14 de janeiro de 2020 – O mercado brasileiro de algodão teve preços pouco alterados em relação à véspera. No CIF de São Paulo a pluma foi cotada a uma média de R$ 2,69/libra-peso (+0,08%). Comparado ao mês passado acumula alta de 0,94%e em relação ao mesmo período do ano anterior, queda de 8,98%. As recentes valorizações do câmbio e em Nova York garantiram um distanciamento (para baixo) das cotações do algodão nacional em relação ao norte-americano. Com isso, a pequena retração dessas duas variáveis nesta terça-feira não foi suficiente para derrubar o preço interno.

     No FOB do porto de Santos a fibra brasileira fechou indicada a 66,38 cents de dólar por libra-peso (c/lb), valor 7,0% inferior ao fechamento do contrato spot na Bolsa de Nova York. Há uma semana era 3,3% inferior e no mesmo período do mês passado era 1,9% inferior. Essas comparações mostram o aumento do spread entre os dois mercados nos últimos dias.

     “Os produtores seguem com as atenções voltadas para o plantio da safra nova”, comenta o analista de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento. Na Bahia, os trabalhos de plantio estão ligeiramente atrasados devido à escassez hídrica. As chuvas vieram de forma tardia, mas o pequeno atraso não deve trazer problemas para a safra baiana. No Mato Grosso, onde quase 90% do algodão é de segunda safra, os produtores concentram as atenções na colheita da soja. Em algumas regiões do Alto Araguaia com a oleaginosa ceifada, já iniciaram os trabalhos de plantio do algodão.

     Nova York

     A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços moderadamente mais baixos.

     Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, NY apresentou um esperado movimento de correção técnica, com realização de lucros, após as recentes altas. O mercado buscou uma correção diante de sinais de estar sobrecomprado, mas as perdas foram limitadas, com NY mostrando boa sustentação.

     Os contratos com entrega em março/2020 fecharam a 71,38 centavos de dólar por libra-peso, perda de 0,15 centavo, ou de 0,2%. Maio/2020 fechou a 72,46 centavos, baixa de 0,21 centavo, ou de 0,3%.

     Câmbio

     O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com queda de 0,19%, sendo negociado a R$ 4,1320 para venda e a R$ 4,1300 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 4,1280 e a máxima de R$ 4,1630.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA