Oferta limitada no Brasil deve garantir suporte aos preços do milho

405

     Porto Alegre, 14 de janeiro de 2020 – O mercado brasileiro de milho deve registrar mais um dia de preços sustentados, diante da decisão dos produtores de seguir retendo as ofertas do cereal. No cenário internacional, Chicago opera em alta, estendendo o tom positivo da última sessão.

CHICAGO

* Os contratos de milho com entrega em março operam a US$ 3,90 1/4, ganho de 0,75 centavo, ou 0,19% em relação ao fechamento da última sessão.

* Em sessão volátil, o mercado chegou a operar em queda, mas voltou ao território positivo na expectativa para a assinatura da fase um do acordo comercial entre Estados Unidos e China, nesta quarta-feira (15), o que pode favorecer a demanda para as commodities estadunidenses.

* Ontem (13), os contratos de milho com entrega em março fecharam a US$ 3,89 1/2, com alta de 3,75 centavos ou 0,97%.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra valorização de 0,07% a R$ 4,1430.

INDICADORES FINANCEIROS

* As bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai, -0,28%; e Tóquio, +0,73%.

* As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, -0,18%; Frankfurt, +0,03% e Londres, +0,03%.

* O petróleo opera em alta. Fevereiro do WTI em NY: US$ 58,58 o barril (+0,86%).

* O Dollar Index registra alta de 0,16% a 97,50 pontos.

MERCADO

* O mercado brasileiro de milho manteve cotações firmes nesta segunda-feira, de estáveis a mais altos. O ritmo de negócios segue discreto, com produtores ainda retraídos em diversos estados, garantindo sustentação às cotações. “Os consumidores, principalmente os de menor porte, ainda encontram grande dificuldade na composição de seus estoques”, comenta o analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

* No Porto de Paranaguá, o preço ficou em R$ 40,00/48,00 a saca. Em Santos, o preço girou em torno de R$ 41,00/50,00 a saca.

* No Paraná, a cotação ficou em R$ 45,00/46,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 50,00/51,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 53,50/54,50 a saca.

* No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 46,50/47,50 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 50,00/52,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 45,00/47,00 a saca em Rio Verde, no disponível. Em Mato Grosso, preço ficou a R$ 40,00/42,00 a saca em Rondonópolis, para o disponível.

AGENDA

– EUA: O índice de preços ao consumidor de dezembro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

—–Quarta-feira (15/01)

– Eurozona:  A balança comercial de novembro será publicada às 7h pela Eurostat.

– Eurozona:  A produção industrial de novembro será publicada às 7h pela Eurostat.

– EUA: O índice de preços ao produtor de dezembro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– EUA: A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

– EUA: O Livro Bege, relatório com uma avaliação da situação econômica, será publicado às 16h pelo Federal Reserve.

—–Quinta-feira (16/01)

– O BC divulga às 9h o índice de atividade econômica (IBC-Br) referentes a novembro.

– A FGV divulga às 8h os dados do Indice Geral de Preços – 10 (IGP-10) referentes a fevereiro.

– Eurozona:  A ata da última decisão de política monetária será publicada às 9h30 pelo Banco Central Europeu (BCE).

– Previsão de safra de café do Brasil em 2020 – Conab, 9hs.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (17/01)

– China: A produção industrial de dezembro será publicada na noite anterior pelo departamento de estatísticas.

– China: o Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre será publicado na noite anterior pelo departamento de estatísticas.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– EUA: Os dados sobre a produção industrial em dezembro serão publicados às 11h15 pelo Federal Reserve.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA