Com referenciais negativos, mercado de soja deve ter poucos negócios

232

     Porto Alegre, 17 de janeiro de 2020 – O mercado brasileiro de soja deve ter um dia de poucos negócios, já que os dois principais referenciais de preços mostram fraqueza nesta sexta-feira. A Bolsa de Mercadorias de Chicago mantém a tendência negativa recente, enquanto o dólar recua frente ao real – após subir forte ao longo da semana e se aproximar de R$ 4,20.

CHICAGO

* A posição março registra baixa de 0,05% a US$ 9,23 1/2 por bushel.

* Em sessão volátil, oscilando dentro de pequenas margens, o mercado busca uma consolidação frente às recentes perdas. No acumulado da semana, a retração está em torno de 2,5%.

PRÊMIOS

* O prêmio em Paranaguá para fevereiro ficou em 53 a 56 pontos acima de Chicago. Para março, o valor é de 50 a 53 pontos acima.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra desvalorização de 0,26% a R$ 4,1790.

INDICADORES FINANCEIROS

* As bolsas da Ásia fecharam em alta. Xangai, +0,05%; e Tóquio, +0,45%.

* As principais bolsas na Europa operam firmes. Paris, +1,02%; Frankfurt, +0,61% e Londres, +0,92%.

* O petróleo opera em alta. Fevereiro do WTI em NY: US$ 58,62 o barril (+0,17%).

* O Dollar Index registra alta de 0,27% a 97,320 pontos.

MERCADO INTERNO

* Os preços da soja seguem oscilando sem direção definida no Brasil. Nesta quinta-feira, o dólar registrou ligeiros ganhos e a Bolsa de Mercadorias de Chicago teve mais uma sessão negativa. No mercado interno, poucos negócios foram registrados ontem, tendo sido negociadas menos de 100 mil toneladas.

* Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos caiu de R$ 84,50 para R$ 84,00 a saca. Na região das Missões, a cotação passou de R$ 84,00 para R$ 83,50. No porto de Rio Grande, o preço desvalorizou de R$ 88,50 para R$ 88,00.

* Em Cascavel, no Paraná, o preço subiu de R$ 83,00 para R$ 84,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca seguiu em R$ 88,50.

* Em Rondonópolis (MT), a saca seguiu em R$ 81,00. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 78,50 para R$ 78,00. Em Rio Verde (GO), a saca permaneceu em R$ 81,00.

AGENDA

—–Sexta-feira (17/01)

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

    Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2019 – Grupo CMA