Comercialização da safra de café 2019/20 do Brasil alcança 77%

433

     Porto Alegre, 17 de janeiro de 2020 – A comercialização da safra de café do Brasil 2019/20 (julho/junho) chegou a 77% até o dia 13 de janeiro. O dado faz parte de levantamento de SAFRAS & Mercado. Em relação ao último levantamento, de 10 de dezembro, a comercialização evoluiu em 6 pontos percentuais.

     As vendas estão adiantadas em relação ao ano passado, quando 68% da safra 2018/19 estava comercializada até então. A comercialização está também acima da média dos últimos 5 anos, que é de 73% para esta época.

     Com isso, já foram comercializadas 43,92 milhões de sacas de 60 quilos, tomando-se por base a estimativa de SAFRAS & Mercado, de uma safra 2019/20 de café brasileira de 57,05 milhões de sacas.

     Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, o produtor soube aproveitar bem a disparada do preço, o que explica o bom fluxo de venda ao longo de dezembro. “Isso apesar de questões tributárias e do natural arrefecimento das negociações no período de festas de final de ano. Um jeito do produtor contornar a questão tributária foi fechar negócio para receber no começo de janeiro. Em todo caso, o mercado seguiu muito ativo, o que é plenamente justificável visto os preços extremamente atrativos”, comentou.

     Destaque para o arábica, com comercialização chegando a 76% da safra. As vendas desses cafés estão bem acima de igual época do ano passado (65%) e também mais altas que a média para o período (72%). As vendas de conilon também ganharam ritmo e alcançam 79% da safra, acima de igual período do ano passado e média dos últimos 5 anos para o período (ambas 77%). 

EXPORTAÇÕES

     O Brasil exportou o recorde de 40,6 milhões de sacas de 60 quilos de café no ano civil de 2019, considerando o total de café verde, solúvel e torrado & moído, segundo relatório consolidado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). Houve aumento de 13,9% em relação ao volume total exportado em 2018. A receita cambial com as exportações de café em 2019 alcançou US$ 5,1 bilhões, enquanto que o preço médio da saca foi de US$ 125,49.

     “A performance das exportações de café brasileiro em 2019 apresentou um resultado dentro daquilo que nós prevíamos para o ano, com o recorde histórico de 40,6 milhões de sacas embarcadas para o mundo. Os resultados ao longo de 2019 foram, sem dúvidas, muito positivos e refletem a excelência e eficiência do agronegócio café do Brasil em atender à demanda global pelo produto. É importante observarmos também que, entre os maiores consumidores de café brasileiro, quase todos apresentaram um aumento substancial nas importações, o que foi de suma relevância para o desempenho das exportações ao longo do ano de 2019”, declara Nelson Carvalhaes, presidente do Cecafé.

     Em dezembro de 2019 foram exportadas 2,99 milhões de sacas de café, com receita cambial de US$ 384,2 milhões e preço médio de US$ 128,10.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA