Preços do boi gordo são marcados por correção com menor consumo

276

     Porto Alegre, 17 de janeiro de 2020 – A pecuária de corte ainda se depara com intenso movimento de correção, situação natural neste período do ano, avaliando a mudança do perfil de consumo no decorrer do primeiro bimestre. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, no geral, o consumidor médio está descapitalizado nesse período do ano estrangulando a demanda, um perfil muito mais comedido se comparado ao período de festividades.

     “A expectativa é de excelente volume de embarques para a China no ano de 2020, avaliando as dificuldades de controle do surto de peste suína africana”, disse.

     O analista destaca que mesmo com a queda dos preços os frigoríficos estão conseguindo comprar, ou seja, tem aderência dos pecuaristas aos preços mais baixos. “As outras carnes também acompanham a bovina e apresentam movimento de correção. Logicamente, isso acontece em menor proporção, visto que o movimento de alta na carne suína e na carne de frango foi menos agressivo”, analisou.

     Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA