Preços do trigo mostram sinais de acomodação no Brasil

266

     Porto Alegre, 17 de janeiro de 2020 – Depois da agitação dos últimos dias, nesta quinta-feira o mercado brasileiro de trigo mostrou sinais de estabilização. No Rio Grande do Sul as cotações no CIF moinhos estão por volta de R$ 850,00/t. No FOB interior foram reportados negócios entre R$ 790,00 e R$ 800,00 a tonelada.

     Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, na quarta-feira, os moinhos mostraram-se mais agressivos e flexíveis em relação aos preços pedidos. “A ideia era não perder lotes para garantir o abastecimento diante de um cenário de dólar e preços internacionais em alta. Da mesma forma que ocorre no Paraná, os moinhos gaúchos buscam negócios para pagamento e retirada a partir de fevereiro”, disse.

     O analista chama a atenção para o Rio Grande do Sul, onde há presença de exportadores, em busca especialmente de lotes de grãos mais fracos (PH 77). Nesta quinta-feira foi reportado negócio a R$ 870,00/t sobre rodas no Porto de Rio Grande. “A tendência é que a agitação dos últimos dias perca força. A presença de compradores no mercado deu ânimo para os vendedores elevarem as pedidas. Com isso, o comprador tende a reduzir o apetite comprador, esperando uma definição em especial do câmbio”, analisou.

Argentina

     A colheita da safra 2019 de trigo da Argentina foi finalizada. Os trabalhos avançaram 4,5 pontos percentuais desde a semana passada. A superfície total é estimada em 6,6 milhões de hectares, 400 mil hectares acima do ano passado e a maior área em 18 anos. Em números absolutos, foram colhidas 18,8 milhões de toneladas em 6,433 milhões de hectares.

     Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA