Ações da Ásia fecham em alta com esperanças de contenção de vírus

655

     Porto Alegre, 22 de janeiro de 2020 – Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam em alta enquanto os investidores acreditam que o surto de coronavírus poderá ser contido à medida que ele chega nos Estados Unidos.

     O presidente chinês Xi Jinping pediu aos oficiais do governo que tornassem o combate à doença prioridade máxima no país. Um comunicado televiso da Comissão Nacional de Saúde Chinesa também serviu para aclamar os ânimos dos investidores.

     O vice-ministro da Saúde, Li Bin, afirmou que Pequim está aumentando as forças de contenção do vírus na cidade, restringindo acesso a locais de alto risco como o aeroporto do país.

     Por fim, há a esperança de que a Organização Mundial da Saúde anuncie um plano de contenção o mais cedo possível depois que o primeiro caso de infecção por coronavírus foi anunciado ontem nos Estados Unidos.

     “A explosão da doença em uma das épocas mais favoráveis ao consumo na região asiática, o ano novo Lunar, desanimou bastante os investidores, já que uma epidemia poderá inibir bastante o mercado consumidor. As esperanças se renovam à medida que o mercado acredita que haverá contenção do problema”, afirmam analistas da DBS Wealth.

     Fora isso, o mercado também continua a se sentir impulsionado pelo acordo comercial entre China e Estados Unidos, mantendo esperanças de que ele oferecerá uma trégua às tensões comerciais mundiais.

     Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices asiáticos:

     Nikkei 225 (Tóquio): +0,70%, 24.031,35 pontos

     Hang Seng (Hong Kong): +1,27%, 28.341,04 pontos

     Xangai Composto (Xangai): +0,28%, 3.060,75 pontos

     Kospi (Seul): +1,23%, 2.267,25 pontos 

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS