Café tem terça-feira de preços de estáveis a mais baixos

442

     Porto Alegre, 28 de janeiro de 2020 – O mercado físico brasileiro de café teve uma terça-feira de preços de estáveis a mais baixos. A queda do arábica na Bolsa de Nova York voltou a pressionar as cotações no país. Os cafés mais finos caíram um pouco mais que os outros, mas porque não vinham recuando na mesma proporção que os demais. Com as perdas externas, o dia foi novamente lento na comercialização.

     No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 470,00/475,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, preço de R$ 475,00/480,00 a saca, contra R$ 480,00/485,00 de ontem.

     Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 345,00/350,00 a saca, inalterado.

    O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 300,00/305,00, estável.

Nova York

     A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta terça-feira com preços acentuadamente mais baixos.

     As cotações voltaram a cair diante da apreensão nos mercados com a expansão do coronavírus pela China e outros países. A tranquilidade no abastecimento global também pesa sobre as cotações, especialmente com o sentimento de que o Brasil deve colher uma grande safra este ano, possivelmente recorde.

     A Comexim estima que o Brasil produzirá 67,7 milhões de sacas de café de 60 kg este ano, com incremento de 19,2% ante as 56,8 milhões de sacas em 2019 e contra o recorde anterior de 64,5 milhões de sacas em 2018 (uma estimativa revisada para cima). As informações foram divulgadas pela Reuters.

     Os contratos com entrega em março/2020 fecharam o dia a 105,05 centavos de dólar por libra-peso, com queda de 1,55 centavo, ou de 1,4%. Maio/2020 fechou a 107,30 cents, com baixa de 1,55 centavo, ou de 1,4%.

Câmbio

     O dólar comercial fechou a negociação em baixa de 0,35%, cotado a R$ 4,1930 para compra e a R$ 4,1950 para venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 4,1980 e a máxima de R$ 4,2170.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA