Consumo de etanol hidratado cresceu 16% em 2019 – ANP

543

     Porto Alegre, 03 de fevereiro de 2020 – O volume de etanol hidratado transacionado pelas distribuidoras no mês de dezembro de 2019 foi de 2,14 bilhões de litros, avanço de 4,01% em relação ao mesmo período de 2018 (2,05 milhões de m³). Na comparação do acumulado de 2019 com o mesmo período do ano anterior, houve crescimento de 16,30%, de 19,4 milhões de m³ para 22,5 bilhões de litros. Na comparação mensal, avanço de 7,86% entre nov/2019 (2,0 milhões de m³) e dez/2019 (2,1 milhões de m³). Com esse resultado, o volume transacionado em 2019 manteve as vendas do biocombustível no patamar mais elevado dos últimos cinco anos por dezessete meses consecutivos.

     Como a alta no volume comercializado em relação a dezembro de

2018 foi superior à verificada para a gasolina C (3,09%), a participação

do etanol hidratado no total do ciclo Otto apresentou alta, de 44,32%

para 44,47%, na mesma base de comparação. É importante ressaltar

que a relação de preços médios entre etanol hidratado e gasolina C se

manteve abaixo de 70% durante todo o ano de 2019, dando continuidade à vantagem competitiva do etanol hidratado iniciada em abril de 2018.

    Vale destacar que, de acordo com o relatório quinzenal da UNICA

(União da Indústria de Cana de Açúcar) para o Centro-Sul, a produção

de etanol acumulada no ano chegou a 32,1 milhões de m³ em 2019,

dos quais 69,32% são de etanol hidratado. Na comparação com o total

produzido em 2018, houve aumento da produção total na ordem de

6,54% (de 30,1 milhões de m³ para 32,1 milhões de m³), enquanto que

a produção de etanol hidratado foi elevada em 5,86% (de 21,0 milhões

de m³ para 22,6 milhões de m³).

     Na comparação regional, a comercialização de etanol hidratado

apresentou as respectivas variações mensais: Nordeste (28,91%),

Centro-Oeste (7,25%), Sul (7,00%), Sudeste (6,02%) e Norte

(-1,14%). Já as variações anuais por região foram as seguintes: Norte

(42,38%), Centro-Oeste (14,02%), Sudeste (3,01%), Nordeste (0,78%)

e Sul (2,18%).

     As importações de etanol (anidro e hidratado) em dezembro de 2019

registraram alta expressiva de 285,52% em relação ao mês anterior,

para 185,0 mil m³. A participação de compras externas no total

vendido também aumentou, de 1,68% em novembro de 2019 para

5,97% em dezembro de 2019. Em relação ao acumulado em 2019, o

volume do biocombustível importado está 17,90% abaixo do

verificado em 2018.

     As informações partem da assessoria de imprensa da ANP.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA