China vai reduzir tarifas sobre US$ 75 bilhões em produtos dos EUA

678

     Porto Alegre, 6 de fevereiro de 2020 – A China vai reduzir tarifas sobre US$ 75 bilhões em produtos dos Estados Unidos a partir do dia 14 de fevereiro, como parte da primeira fase do acordo comercial, anunciou a Comissão de Tarifas Aduaneiras do Conselho de Estado do país, em comunicado.

     A China reduzirá a alíquota das tarifas de 10% para 5% a uma lista de produtos norte-americanos sujeitos a taxas adicionais desde o dia 1 de setembro de 2019. Segundo a nota, a lista faz parte de tarifas aplicadas em duas fases, e a China suspendeu a aplicação da segunda etapa em 15 de dezembro de 2019.

     Ainda de acordo com o comunicado, a China decidiu reduzir as tarifas depois que o lado norte-americano anunciou em 16 de janeiro que reduziria pela metade suas tarifas adicionais de 15% sobre produtos chineses no valor de US$ 120 bilhões a partir de 14 de fevereiro.

     “Para aliviar as tensões econômicas e comerciais e expandir a cooperação, o lado chinês decidiu ajustar as medidas relacionadas de acordo”, diz a nota. “Ajustes adicionais dependerão principalmente do desenvolvimento futuro das relações econômicas e comerciais entre os dois países. É nossa esperança que ambos os lados trabalhem juntos para,

finalmente, remover todas as tarifas adicionais”.

     Por fim, a Comissão de Tarifas Aduaneiras disse que outras medidas tarifárias adicionais continuarão a ser implementadas conforme estipulado e que o trabalho sobre isenções fiscais para importações dos Estados Unidos continuará. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA