NY e dólar em alta devem sustentar cotações internas

257

Porto Alegre, 12 de fevereiro de 2020 – Os preços do café tendem a subir nas negociações desta quarta nas principais praças do país. A alta combinada de dólar e de Nova York deve sustentar os referenciais internos. Os produtores estão dosando a comercialização, forçando uma melhora nas cotações.

NOVA YORK

* Os contratos para março operam a 101,35 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 0,79% sobre o dia anterior.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra valorização de 0,23% neste momento, cotado a R$ 4,337.

INDICADORES FINANCEIROS

* Bolsas da Ásia fecham em alta. Tóquio, +0,74%. Xangai, +0,87%.

* As bolsas na Europa operam com ganhos. Paris, +0,44%; Frankfurt, +0,8%; e Londres, +0,36%. 

* O petróleo opera em alta. Março do WTI em NY: US$ 50,72 o barril (+1,56%).

* O Dollar Index registra ganho de 0,04%. a 98,77 pontos.

MERCADO INTERNO

* O mercado físico brasileiro de café teve um dia confuso, diante da volatilidade cambial e também da indefinição nos referenciais internacionais. Com isso, a indústria e os exportadores seguiram “de lado”, ainda focando os cafés de mais qualidade, enquanto o produtor manteve a estratégia de dosar as vendas, aguardando preços melhores.

* No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 475,00/480,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, preço de R$ 480,00/485,00 a saca, o mesmo de ontem.

* Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 340,00/345,00 a saca, também sem alterações. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 305,00/308,00 a saca, contra R$ 300,00/305,00 a saca na segunda-feira.

AGENDA

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

—–Quinta-feira (13/02)

– Eurozona: A Comissão Europeia divulga suas projeções econômicas às 7h.

– EUA: O índice de preços ao consumidor de janeiro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h3imin.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (14/02)

– China: A produção industrial de janeiro será publicada na noite anterior pelo departamento de estatísticas.

– A FGV divulga às 8h os dados do Indice Geral de Preços – 10 (IGP-10) referentes a janeiro.

– O BC divulga às 9h o índice de atividade econômica (IBC-Br) referente a dezembro.

– Alemanha: A leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) de quarto trimestre de 2019 será publicada às 4h pelo Destatis.

– Eurozona: A balança comercial de dezembro será publicada às 7h pela Eurostat.

– Eurozona: A segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre de 2019 será publicada às 7h pela Eurostat.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– EUA: Os dados sobre a produção industrial em janeiro serão publicados às 11h15 pelo Federal Reserve.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Dados de colheita da soja no Brasil – SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.