Mercado de arroz segue com preços firmes, à espera de safra

272

     Porto Alegre, 14 de fevereiro de 2020 – O mercado brasileiro de arroz segue com preços firmes ao final da primeira quinzena de fevereiro. Na média do Rio Grande do Sul, referência nacional, a indicação de preço ficou em R$ 50,93 por saca de 50 quilos nesta quinta-feira (13), ante R$ 51,13 no dia 6 de fevereiro. Apesar de representar uma queda de 0,39% frente à semana anterior, no período de 30 dias a elevação ainda é de 4,41%.

     Conforme o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana, o mercado brasileiro se encontra em passo de espera pela entrada da safra, que deve ser colhida em meados de março. “Os preços muito elevados para o cereal no país acabaram retirando compradores do mercado, restando apenas pequenos que não contam com estoque para o abastecimento neste período de menor oferta”, explica.

     Na temporada que se encerra no final do mês de fevereiro, o Brasil exportou cerca de 266 mil toneladas a mais do que importou. “Com a quebra de safra no Rio Grande do Sul no ano passado, o país necessitava importar mais do que exportar entre março de 2019 e fevereiro de 2020 para não derrubar o volume de estoque de passagem”, lembra Viana. “Porém, o que vimos foram exportações incentivadas pelo câmbio e por importações encarecidas no país.

     Com a temporada 2020/21 próxima do início, os preços do cereal se encontram 26,23% acima do mesmo período do ano anterior. “Com câmbio elevado e incentivos para exportação, há grande expectativa de que os preços sejam muito positivos na próxima temporada”, completa o analista.

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA