China corta taxa de juros devido a coronavírus

602

     Porto Alegre, 20 de fevereiro de 2020 – A China reduziu sua taxa de juros de referência para empréstimos de curto e longo prazo, no âmbito dos esforços de Pequim para combater os distúrbios causados coronavírus. As informações são da Agência CMA com a agência de notícias “Dow Jones”.

     O Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) disse que cortou a taxa principal de empréstimo (LPR, na sigla em inglês) de um ano para 4,05%, de 4,15%. Além disso, a taxa principal de empréstimo de cinco anos e de longo prazo caiu de 4,80% para 4,75%.

     A decisão, amplamente esperada pelos economistas, vem após a instituição cortar na segunda-feira a taxa da linha de crédito de médio prazo de um ano. O banco central solicitou às instituições financeiras do país o uso desses tipos de empréstimos de referência, que estão vinculados de maneira frouxa à taxa de juros de crédito a médio prazo, para definir o preço dos empréstimos.

     As taxas de juros de referência caíram em novembro. Os novos juros de empréstimos são estabelecidos mensalmente com base em cotações de 18 bancos comerciais.

     As autoridades chinesas planejam intensificar o apoio ao crédito para empresas prejudicadas pelo coronavírus, informou o banco central.

     Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA