Exportações de caroço de algodão em MT sobem 115% em 2019 – IMEA

579

     Porto Alegre, 5 de março de 2020 – As exportações brasileiras do caroço de algodão nos últimos dez anos não têm ditado o ritmo do mercado do subproduto. Ao analisar a série histórica, podemos observar seu maior pico em 2016, quando escoou cerca de 99,07 mil toneladas. Depois disso, Mato Grosso se tornou o único exportador nacional, devido ao constante aumento da produção no estado.

     Assim, com a necessidade do cotonicultor mato-grossense de escoar sua produção recorde (safra 18/19), as exportações de caroço em 2019 voltaram a crescer, somando 53 mil toneladas, sendo 115,83% superiores em relação ao ano de 2018.

     Por outro lado, com a alta nos preços do farelo de soja, a demanda interna pelo caroço tem aumentado de forma significativa e a maior parte destinada para a complementação da dieta animal e produção de biodiesel.

     Em 2020, já foram enviadas ao exterior 1,11 mil toneladas e, com a constante elevação do dólar, as exportações poderão ser uma boa opção para o excesso de oferta do subproduto para a próxima safra.

     As informações constam no Boletim do IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola.

     Revisão: Rodrigo Ramos / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA