OIC vê déficit de oferta na safra 2019/20, mas Coronavírus ameaça consumo global

568

     Porto Alegre, 05 de março de 2020 – A produção global de café no ano-safra 2019/20 (outubro-setembro) deve totalizar 168,861 milhões de sacas, queda de 0,8% na comparação com 2018/19 (170,223 milhões de sacas), disse a Organização Internacional do Café nesta quinta-feira em seu relatório mensal de acompanhamento do mercado.

     A produção mundial de café arábica está estimada em 96,365 milhões de sacas em 2019/20 (-3,9%). Por outro lado, a safra de robusta deve aumentar 3,7%, totalizando 72,496 milhões de sacas.

     Já o consumo global de café em 2019/20 é visto pela OIC em 169,337 milhões de sacas, com crescimento anual de 0,7% (168,099 milhões de sacas em 2018/19).

     Se todos esses números forem confirmados, o mercado global de café terá um déficit entre a oferta e a demanda na ordem de 476 mil sacas em 2019/20, após um superávit de 2,124 milhões de sacas observado em 2018/19.

     A OIC destacou que o crescimento do consumo em 2019/20 será puxado por “um notável aumento na demanda na Europa e na América do Norte”. No entanto, apesar do déficit entre a oferta a demanda estimado para a temporada em curso, “a epidemia do novo coronavírus (Covid-19) representa um grave risco para o consumo global da bebida”, alertou a entidade sediada em Londres.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA