Ações sobem na Europa mesmo limitados por anúncio da OMS

295


     São Paulo, 13 de março de 2020 – Os principais índices do mercado de ações europeu fecharam o pregão em campo positivo em um dia de recuperação após as quedas de ontem. O corte da taxa compulsória de depósito pelo Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) e o anúncio de flexibilização de orçamento da Comissão Europeia ajudou a impulsionar os índices.

     As altas, no entanto, forma limitadas pelo anúncio da Organização Mundial da Saúde dizendo que a Europa é o novo epicentro do vírus.

     Em comunicado, o Pboc disse que a taxa de compulsório vai cair de 0,5 a 1,0 ponto porcentual (pp) para bancos que se enquadrarem nas regras de aumento no crédito para pequenas empresas e pessoas com renda baixa, e que para algumas instituições haverá uma redução adicional de 1 pp na taxa de compulsório “para estimular a concessão de empréstimos”.

     Com o anúncio, os mercados escalaram nas altas e permaneceram impulsionados depois que a Comissão Europeia disse que irá criar novas regras para flexibilizar o orçamento do bloco na atual situação.

     Mais tarde, no entanto, os índices foram caíram um pouco devido ao anúncio da OMS de que “a Europa se tornou o centro da pandemia, com número de casos combinados superando o de outros países fora da China. A cada dia, a Europa tem reportado mais casos do que a China no pico do surto”.

     Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus na hora do fechamento:

            FTSE-100 (Londres): +2,46%, 5.366,11 pontos

            DAX-30 (Frankfurt): +0,77%, 9.232,08 pontos

            CAC-40 (Paris): +3,53%, 4.187,02 pontos

            FTSE MIB (Milão): +7,08%, 15.949,00 pontos

            IBEX-35 (Madri): +3,73%, 6.629,60 pontos

            SMI-20 (Zurique): +1,49%, 8.393,50 pontos

            PSI-20 (Lisboa): +0,83%, 3.837,38 pontos

    Veja abaixo a variação dos índices no acumulado da semana:

            FTSE-100 (Londres): -16,9%

            DAX-30 (Frankfurt): -20,01%

            CAC-40 (Paris): -20,21%

            FTSE MIB (Milão): -23,32%

            IBEX-35 (Madri): -20,85%

            SMI-20 (Zurique): -13,76%

            PSI-20 (Lisboa): -17,86%

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2020 – Grupo CMA