Trump declara emergência nacional para conter Coronavírus nos EUA

420

    Porto Alegre, 13 de março de 2020 – O presidente norte-americano, Donald Trump, declarou oficialmente emergência nacional para aumentar a capacidade de governos locais e de hospitais a enfrentar financeiramente o desafio de conter a disseminação da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos.

   “Entramos agora em uma fase diferente no combate ao coronavírus. O governo está removendo obstáculos para atender a população”, disse Trump em pronunciamento nos jardins da Casa Branca.

     Na prática, a declaração de emergência nacional abre as portas para que o governo federal forneça o que Trump disse ser cerca de US$ 50 bilhões em ajuda para combater a doença.

   “Declaro oficialmente emergência nacional para liberar todo o poder do governo federal”, afirmou Trump, exortando todos os estados norte-americanos a criar centros de emergência para ajudar a combater o coronavírus.

   Havia uma pressão crescente para que Trump declarasse uma emergência de doença infecciosa sob a lei de 1988 que permitiria à Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (Fema) fornecer fundos de desastre aos governos estaduais e locais e implantar equipes de apoio. Esse poder é raramente usado. O ex-presidente Bill Clinton, em 2000, declarou tal emergência para o vírus do Nilo Ocidental.

     As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA