Turbulência externa pode travar mercado doméstico de café

189

    Porto Alegre, 16 de março de 2020 – O mercado brasileiro de café deve abrir a semana mantendo a cautela da sexta. Nova York opera em baixa e o dólar sobe. Com isso, a tendência é de preços estabilizados, poucos negócios e negociadores retraídos.

NOVA YORK

* Os contratos com vencimento em maio têm perda de 2,3% a 104,25 centavos de dólar por libra-peso.

* Os contratos para maio fecharam a quinta-feira a 106,75 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 2,10 centavos, ou de 1,9%.

OFERTA E DEMANDA

* Os estoques finais de café do Brasil na temporada 2020/21 deverão ficar em 5,92 milhões de sacas de 60 quilos, tendo incremento de 155,3% no comparativo com os estoques finais de 2019/20, indicados em 2,32 milhões de sacas. As projeções são de SAFRAS & Mercado.

* A oferta total do Brasil 2020/21 é projetada em 70,42 milhões de sacas de 60 quilos, somando produção e estoques iniciais, com incremento de 16,9% contra 2019/20, que tem oferta total indicada em 60,22 milhões de sacas.

* A produção brasileira 2020/21, de acordo com a estimativa de SAFRAS & Mercado, é colocada em 68,1 milhões de sacas, 19,4% a mais que em 2019/20, apontada em 57,05 milhões de sacas. A oferta total 2020/21 é composta pela produção de 68,1 milhões de sacas mais os estoques iniciais (2,32 milhões de sacas).

* SAFRAS estima as exportações brasileiras 2020/21 em 40,5 milhões de sacas, com elevação de 17,7% contra 2019/20 (34,4 milhões de sacas).

CÂMBIO

* O dólar comercial registra alta de 1,8% a R$ 4,915.

* A moeda é impulsionada pelas turbulências no mercado financeiro global, com os temores em torno do coronavírus aumentando.

* Os investidores também avaliam a corte realizado pelo Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, na taxa de juros do país.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam em baixa. Xangai, -3,4%, e Tóquio, -2,53%.

* As principais bolsas na Europa operam com perdas acentuadas. Paris, -9,98%; Frankfurt, -8,71% e Londres, -7,01%.

* O petróleo opera em forte baixa. Abril do WTI em NY: US$ 29,00 o barril (-8,6%).

* O Dollar Index registra baixa de 0,99%, a 97,77 pontos.

MERCADO INTERNO

* O mercado físico brasileiro de café teve uma sexta-feira de preços estáveis e poucos negócios. Após uma quinta-feira movimentada, o mercado interno encerrou a semana com agentes cautelosos, diante da forte volatilidade tanto na Bolsa de Nova York para o café arábica quanto no câmbio. Com o dólar fechando em alta e NY com perdas, as cotações ficaram inalteradas no país.

* No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 545,00/550,00 a saca, inalterado. No cerrado mineiro, preço de R$ 565,00/570,00 a saca, estável.

* Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 380,00/385,00 a saca, estável. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 310,00/315,00 a saca, sem alterações.

AGENDA

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

– Esmagamento de fevereiro de soja nos EUA – NOPA, a partir das 12hs.

– Balança comercial das duas primeiras semanas de março – Ministério da Economia, 15hs.

– Estoques de café dos EUA em fevereiro – GCA, 16hs.

—-Terça-feira (17/03)

– Reino Unido:  A taxa de desemprego no trimestre até março será publicada às 6h30 pelo departamento de estatísticas.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

 – EUA: Os dados sobre a produção industrial em fevereiro serão publicados às 10h15 pelo Federal Reserve.

—–Quarta-feira (18/03)

– Japão: A balança comercial de fevereiro será publicada na noite anterior pelo Ministério de Finanças.

– Eurozona:  A balança comercial de janeiro será publicada às 7h pela Eurostat.

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

– EUA: A decisão de política monetária de janeiro será publicada às 15h pelo Federal Reserve.

– EUA: As projeções para a economia serão publicadas às 15h pelo Federal Reserve.

– Definição da taxa Selic – Copom/BC, a partir das 18hs.

—–Quinta-feira (19/03)

– Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha – IBGE, 9hs.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

– Relatório mensal sobre as condições das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (20/03)

– Japão: A bolsa de valores permanece fechada devido a um feriado.

– Alemanha:  O índice de preços ao produtor de fevereiro será publicado às 4h pelo Destatis.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Novas estimativas para as safras de soja, milho, arroz e feijão – SAFRAS & Mercado, às 12hs.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Dados de colheita da soja no Brasil – SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.

      Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA