Casa Branca e Senado dos EUA chegam a acordo de US$ 2 trilhões

402

     Porto Alegre, 25 de março de 2020 – A Casa Branca e os líderes democratas e republicanos do Senado dos Estados Unidos chegaram a um acordo sobre um pacote de estímulos de aproximadamente US$ 2 trilhões para apoiar a economia do país em meio à pandemia do novo coronavírus.

     “Finalmente, temos um acordo”, disse o presidente do Senado, o republicano Mitch Mc Connell, no Twitter. “Após dias de intensas discussões, o Senado chegou a um acordo bipartidário sobre um pacote histórico de ajuda para esta pandemia. Vamos aprovar essa legislação ainda hoje”, afirmou.

     O líder dos democratas no Senado, Chuck Schumer, também disse que o acordo bipartidário foi alcançado para lidar com a crise de saúde pública e econômica. “Não é um momento de celebração, mas de necessidade”, disse ele, no Twitter.

     “Lutamos para enviar os recursos necessários para combater o coronavírus e colocar as pessoas e os trabalhadores em primeiro lugar. O acordo agora reflete essas prioridades”, de acordo com Schumer.

     A primeira votação do pacote no Senado, no início desta semana, foi rejeitada, com 47 votos a favor e 47 contrários, ficando abaixo dos 60 votos necessários. Os democratas disseram que bloquearam a votação porque o pacote favorecia corporações e não foi longe o suficiente para ajudar indivíduos enfrentando desemprego e perda de renda.

     Os Estados Unidos possui 44.183 casos de Covid-19, e 544 mortes, de acordo com o dados divulgados ontem pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) do país. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA