Algodão registra preços fracos no Brasil nesta quinta-feira

160

     Porto Alegre, 26 de março de 2020 – Seguindo o comportamento das principais variáveis formadoras de preços, Bolsa de Nova York e câmbio, os preços do algodão voltaram a recuar nesta quinta-feira. No CIF de São Paulo a indicação ficou em R$ 2,87/libra-peso, com queda de 0,35% em relação ao dia anterior. No acumulado em relação ao mesmo período do mês passado conta com alta de 0,84%. No FOB do porto de Santos a fibra encerrou cotada a 58,42 cents de dólar por libra-peso, valor 10,7% superior ao do contrato spot negociado na Ice Futures de Nova York. Há um mês estava 0,2% acima.

     Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, com muitas indústrias nacionais reduzindo o ritmo das atividades ou até encerrando as operações, a demanda doméstica deixou de exercer pressão sobre as cotações no Brasil. “Esse movimento, num mercado com baixa liquidez, foi suficiente para estancar o movimento de alta que existia no âmbito doméstico, indo na contramão do mercado internacional. A partir de agora a tendência é que o mercado passe a buscar um maior ajuste em relação aos preços internacionais”, comenta. Os produtores, com boa parte da safra nova comercializada, mantêm uma postura retraída e não mostram interesse em flexibilizar as pedidas.

NY

     A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços mais baixos nesta quinta-feira.

     Após duas sessões de ganhos, o mercado recuou acompanhando a desvalorização do petróleo e de outras commodities, com o índice CRB caindo no dia. A baixa do petróleo reduz a competitividade da pluma em relação às fibras sintéticas. As informações partem de agências de notícias.

     Os contratos com entrega em maio/2020 fecharam no dia a 52,78 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 0,66 centavo, ou de 1,2%. Julho fechou a 52,83 centavos, queda de 0,70 centavo, ou de 1,3%.

CÂMBIO

     O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com baixa de 0,67%, sendo negociado a R$ 5,0000 para venda e a R$ 4,9980 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 4,9750 e a máxima de R$ 5,0660.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA