Senado dos EUA aprova pacote de estímulos US$ 2 trilhões

235

     Porto Alegre, 26 de março de 2020 – O Senado dos Estados Unidos aprovou por unanimidade um pacote de estímulos de US$ 2 trilhões para conter os impactos da pandemia do novo coronavírus. O projeto foi encaminhado para a Câmara dos Deputados.

     “O Senado acabou de passar por um dos períodos mais divididos da memória recente para passar o maior pacote de resgate da história norte-americana. E nós passamos por unanimidade”, disse o presidente do Senado, o republicano Mitch Mc Connell, no Twitter.

     “Os norte-americanos mereceram esse resultado. Tenho orgulho de o Senado ter agido”, acrescentou. Ele e o líder democrata do Senado, anunciaram ontem que havia chegado a um acordo com a Casa Branca sobre o pacote de estímulos. A votação no início da semana, o plano havia sido rejeitado na casa.

     A presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi, disse ontem que o pacote será discutido no plenário antes de seguir para o presidente norte-americano, Donald Trump.

     O pacote inclui o envio de cheques de US$ 1,2 mil para norte-americanos com renda bruta ajustada até US$ 75 mil por ano e até US$ 150 mil para casais, com US$ 500 a mais por crianças. Além disso, visa a aumentar a assistência atual de desemprego em US$ 600 por semana, durante quatro meses.

     Por fim, US$ 350 bilhões serão destinados a empréstimos para pequenas empresas arcarem com salários e benefícios de funcionários, enquanto US$ 17 bilhões a empresas consideradas críticas para manter a segurança nacional, entre outros auxílios corporativos.

     Os Estados Unidos reportaram 54.453 casos de Covid-19, e 737 mortes, de acordo com o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) do país. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA