Minasul registrou recordes de faturamento e lucro em 2019

438

     Porto Alegre, 01 de abril de 2020 – A Minasul, segunda maior cooperativa de café do Brasil, comemora uma série de recordes em 2019, como o crescimento de 29% no faturamento líquido, aumento de 70% nas exportações, 13% no número de cooperados ativos, e um ganho de 42% no lucro líquido. As informações partem da assessoria de comunicação da Minasul.

     A cooperativa encerrou o ano com receita operacional líquida de R$ 1,44 bilhão ante o resultado do exercício anterior de R$ 1,12 bilhão. A Minasul também registrou um resultado abrangente (lucro) de R$ 20,05 milhões, ante R$ 14,56 milhões registrados no ano anterior. As conquistas foram impulsionadas pelas exportações, diversificação de produtos, implementação de novos processos, investimentos em tecnologia e aumento de cooperados.

     “Apesar dos desafios de 2019 e a crise do preço de café, foi um ano recorde para a Minasul. O resultado da nossa estratégia de levar café de qualidade do sul de Minas para o mundo surpreendeu e mostrou que estamos no caminho correto”, diz o presidente da Minasul, José Marcos Rafael Magalhães. “Vamos focar em diversificação, tecnologia e buscar mais o mercado externo em 2020. Também vamos começar a exportar soja esse ano. O mercado externo é nossa grande meta”, afirma.

     O total de café em estoque, na virada do ano, também surpreendeu, foi o menor dos últimos 10 anos, de R$ 166,3 milhões, o equivalente a 415.579 sacas de 60 quilos. No exercício anterior, o total de safras em estoque era de 600.021. “A safra foi menor do que o esperado no ano passado, mas, mais do que isso, houve uma demanda crescente, e isso é muito positivo, mostra que ainda há muito espaço para o nosso café crescer”, pondera.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA