TCU aprova projetos para leilão de terminais no Porto de Santos

393

     Porto Alegre, 03 de abril de 2020 – O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou dois projetos de arrendamentos de terminais de celulose no Porto de Santos (SP) que, juntos, receberão R$ 420 milhões de investimentos.

     A próxima etapa é o lançamento do edital para a realização do leilão, que deve ocorrer no segundo semestre deste ano. A concessão é pelo prazo de 25 anos.

    O terminal STS14 possui cerca de 31 mil metros quadrados, sendo que após as intervenções terá capacidade estática para armazenamento de 97 mil toneladas de celulose e potencial para movimentar 2 milhões de toneladas por ano.

    Já terminal STS14A possui cerca de 34 mil metros quadrados de área, sendo que após as intervenções terá capacidade estática para armazenamento de 125 mil toneladas de celulose e potencial para movimentar 2,6 milhões de toneladas ao ano.

     O TCU afirmou que recebeu ainda nesta semana do Ministério da Infraestrutura os projetos de arrendamentos portuários no porto de Santana (AP) e no porto de Maceió (AL). Para este primeiro, o terminal MCP02 para movimentação e armazenagem de granel vegetal sólido será arrendado pelo prazo de 25 anos e terá R$ 41 milhões em investimentos.

     Já o terminal MAC10, no Porto de Maceió, será dedicado à movimentação de granel líquido, especialmente ácido sulfúrico, e vai atender à demanda de empresas que atuam nos segmentos de fabricação de PVC, soda cáustica, tubos e conexões, dentre outros. A concessão é de 25 anos e investimentos de R$ 12

milhões. As informações são da Agência CMA.

     Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA