OIC estima déficit de 474 mil sacas na safra global de café 2019/20

432

     Porto Alegre, 06 de abril de 2020 – A produção global de café no ano-safra 2019/20 (outubro-setembro) deve totalizar 168,864 milhões de sacas, queda de 0,8% na comparação com 2018/19 (169,988 milhões de sacas), disse a Organização Internacional do Café nesta segunda-feira em seu relatório mensal de acompanhamento do mercado.

     A produção mundial de café arábica está estimada em 96,370 milhões de sacas em 2019/20 (-3,7%). Por outro lado, a safra de robusta deve aumentar 3,7%, totalizando 72,494 milhões de sacas.

     Já o consumo global de café em 2019/20 é visto pela OIC em 169,337 milhões de sacas, com crescimento anual de 0,7% (168,099 milhões de sacas em 2018/19).

     Se todos esses números forem confirmados, o mercado global de café terá um déficit entre a oferta e a demanda na ordem de 474 mil sacas em 2019/20, após um superávit de 1,889 milhão de sacas observado em 2018/19.

     No entanto, a OIC alertou que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) representa um grave risco para o consumo global da bebida. “A situação está evoluindo rapidamente, impactando tanto a oferta como a demanda. De um lado, o consumo de global de café pode se contrair como resultado das medidas de isolamento, particularmente no setor das cafeterias e outros que envolvem o consumo fora de casa. Além disso, o crescimento da economia global deve ficar muito abaixo do projetado anteriormente, acompanhando por aumento nos índices de desemprego, que pressionarão também a demanda e os preços do café. Por outro lado, interrupções na cadeia de suprimento, tanto na colheita como na exportação, tendem a provocar interrupções temporárias no fornecimento, colocando pressão de alta nos preços”, alertou a entidade sediada em Londres.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA