Ações recuam na Europa com temores por impacto de covid-19

482


     São Paulo, 8 de abril de 2020 – Os principais índices do mercado de ações europeu fecharam em queda, em sua maioria, com os investidores preocupados com a disseminação do novo coronavírus e seus impactos econômicos, em meio a incertezas sobre a duração da pandemia.

     “As bolsas europeias ficaram um pouco mais baixas na quarta-feira, recuando depois de outro forte início de semana”, disse o analista da Oanda, Craig Erlam, destacando que o fluxo de notícias hoje foi um pouco mais leve, mas houve grandes movimentos nos mercados.

     “As próximas duas semanas serão incrivelmente difíceis, com o número de mortos [por covid-19] provavelmente continuando a acelerar. Os Estados Unidos ainda não estão nesta fase. As economias ainda estão trancadas, as portas estão fechadas e as pessoas ficam presas em casa. E não sabemos quanto tempo isso vai durar”, afirmou Erlam.

     Além disso, o Eurogrupo (que reúne os ministros de Finanças da zona do euro) não chegou a um acordo sobre respostas econômicas comuns aos impactos da pandemia na região, e as discussões por videoconferência serão retomadas amanhã.

     Por fim, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) divulga ainda hoje a ata de sua reunião de política monetária extraordinária realizada em 15 de março, quando cortou a taxa de juros do país em 1,0 ponto percentual (pp), para a faixa entre zero e 0,25%.

     Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus na hora do fechamento:

    FTSE-100 (Londres): -0,47%, 5.677,73 pontos

    DAX-30 (Frankfurt): -0,23%, 10.332,89 pontos

    CAC-40 (Paris): +0,10%, 4.442,75 pontos

    FTSE MIB (Milão): -0,18%, 17.380,82 pontos

    IBEX-35 (Madri): -0,72%, 6.951,80 pontos

    SMI-20 (Zurique): -0,69%, 9.449,00 pontos

    PSI-20 (Lisboa): +0,05%, 4.071,37 pontos

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2020 – Grupo CMA