Ministros do Eurogrupo não chegam a acordo sobre resposta comum frente aos impactos do coronavírus

336

     Porto Alegre, 8 de abril de 2020 – O Eurogrupo (que reúne os ministros de Finanças da zona do euro) não chegaram a um acordo sobre as medidas de estímulos que adotarão como uma resposta comum aos impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus na região.

     “Após 16h de discussões, chegamos perto de um acordo, mas ainda não estamos lá”, disse o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, em uma mensagem no Twitter, acrescentando que suspendeu a reunião, realizada por videoconferência, e que ela continua hoje.

     “Meu objetivo permanece: uma forte rede de segurança da União Europeia contra as consequências de covid-19 (para proteger trabalhadores, empresas e países) e comprometer-se com um plano de recuperação considerável”, afirmou Centeno.

     Ontem, antes do início da reunião, ele disse que o grupo prepara uma resposta ousada e ambiciosa à pandemia, que pode incluir o uso de linhas de crédito de precaução de até 240 bilhões do Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês), entre outras medidas. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA