China impõe quarentena de 14 dias à tripulação de navios

653


     Porto Alegre, 15 de abril de 2020 – Como mais uma das medidas que objetivam evitar a entrada de estrangeiros contaminados com o coronavirus, a China impôs uma quarentena de 14 dias às tripulações de navios oriundos dos EUA, Áustria, Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Holanda, Noruega, Espanha, Suécia e Suíça.  Esta medida está em vigor nos principais portos chineses, incluindo Xangai e Ningbo-Zhoushan. As informações foram repassadas pelos adidos agrícolas do Brasil em Pequim.

     Estima-se que a restrição de movimentação atingirá parte dos 7.000 tripulantes dos quase 500 navios que chegam aos portos todos os dias, de acordo com Yang Xinzhai, vice-diretor da Administração de Segurança Marítima da China.

     Na avaliação do analista de SAFRAS & Mercado, Paulo Molinari, o Brasil está em uma posição favorável neste momento, ficando de fora da lista. “Nós continuamos com duas coisas positivas neste momento para soja, que são o bom volume de compras pela China e o câmbio brasileiro, que vem sustentando os nossos preços aqui internamente”, disse.

Copyright 2020 – Grupo CMA