Cenário indica melhora na movimentação doméstica do mercado de café

335

     Porto Alegre, 23 de abril de 2020 – O mercado brasileiro de café abre a quinta diante de um cenário bem mais favorável aos negócios. Nova York tem mais um dia de valorização e o dólar atinge máximas históricas. Tendência de preços firmes e de movimentação melhorando.

NOVA YORK

* Os contratos com entrega em julho registram valorização de 1,38% na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE), cotados a 113,60 centavos de dólar por libra-peso.

* A posição julho fechou a quarta-feira a 110,60 centavos de dólar por libra-peso, com valorização de 0,9%.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra alta de 0,49% a R$ 5,439.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam em alta. Xangai, -0,19%, sendo a exceção; e Tóquio, +1,52%.

* As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, +0,35%; Frankfurt, -0,09%; Londres, +0,05%.

* O petróleo opera com ganhos. Junho do WTI em NY: US$ 15,68 o barril (+13,71%).

* O Dollar Index registra alta de 0,19%, a 100,58 pontos.

MERCADO

* O mercado físico brasileiro de café apresentou preços estáveis e calmaria na comercialização nesta quarta-feira. Na volta do feriado, e após não terem ocorrido negócios na terça-feira, dia em que a Bolsa de Nova York teve fortes perdas, as cotações se sustentaram no país com a subida do dólar. Mas não houve mudanças nos valores nas principais praças.

* No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 595,00/600,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, preço de R$ 605,00/610,00, inalterado.

* Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 405,00/410,00, sem alterações. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 325,00/329,00 a saca, estável. No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 595,00/600,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, preço de R$ 605,00/610,00, inalterado.

* Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 405,00/410,00, sem alterações. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 325,00/329,00 a saca,

estável.

AGENDA

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (17/04)

– Japão: O índice de preços ao consumidor de março será publicado na noite anterior pelo Ministério de Assuntos Internos e Comunicação.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Dados de colheita da soja no Brasil – SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA