Aumenta fila de navios para embarque de açúcar

94

     Porto Alegre, 24 de abril de 2019 – O total de navios que aguarda para embarcar açúcar nos portos brasileiros estava em 28 na semana encerrada em 22 de abril, contra 25 na semana anterior (15), de acordo com levantamento realizado pela agência marítima Williams Brasil.

    Conforme o relatório, foi agendado carregamento de 1,256 milhão de toneladas de açúcar, ante 970 mil toneladas na semana anterior. Pelo Porto de Santos (SP) deve ser carregada a maior parte, 1.001.360 toneladas, ou 80% do total. Depois aparecem o porto de Paranaguá, no Paraná (206.762 toneladas – 16%), Maceió, nas Alagoas (36.000 toneladas – 3%) e Recife-PE (12.250 toneladas – 1%).

    A carga de açúcar a ser exportada consiste da variedade VHP (1.194.122 toneladas), Cristal B150 (50.000 toneladas) e Refinado A45 (12.250 toneladas). Relatório da agência leva em conta as embarcações já ancoradas, as que estão em largo esperando atracação e ainda as com previsão de chegada até o dia 12 de maio.

Conab

    O Brasil alcançou a maior produção de etanol da história, com um total de 35,6 bilhões de litros provenientes da cana-de-açúcar e do milho. Isso representa um acréscimo de 7,5% em comparação a 2018/19. A confirmação de recorde é do 4o Levantamento da safra 2019/20 de cana-de-açúcar, divulgado nesta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

     O boletim mostra também que a estimativa de produção total de etanol a partir da cana-de-açúcar é de 34 bilhões de litros, um aumento de 5,1% sobre a safra passada. Já a produção total de etanol à base de milho mais que dobrou nesta safra. Saiu de 791,4 milhões de litros em 2018/19 para 1,6 bilhão de litros nesta temporada.

    As condições climáticas verificadas nas principais regiões produtoras favoreceram a produção de cana-de-açúcar, que apresentou incremento no seu rendimento médio. Com o término da safra 2019/20, houve a confirmação do crescimento na produção da cana-de-açúcar em comparação à temporada passada. Foram mais de 642,7 milhões de toneladas colhidas, representando aumento de 3,6% em relação a 2018/19.

    A produção de açúcar foi de 29,8 milhões de toneladas, crescimento de 2,6%.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA