Alta do dólar deve sustentar preços domésticos da soja

276

    Porto Alegre, 4 de maio de 2020 – Após o feriado, o mercado brasileiro de soja reabre sob tensão. Chicago tem perdas acentuadas, em meio aos temores em torno da tensão comercial entre China e Estados Unidos. Pelo mesmo motivo, o dólar comercial tem forte alta. A tendência é de um dia movimentado e de preços firmes.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em julho recuam 1,41% e estão cotados a US$ 8,37 1/2 por bushel.

* O mercado é pressionado pelo aumento da tensão entre os Estados Unidos e a China, o que pode afetar a demanda pela soja norte-americana.

* A fraca demanda para a ração animal também influencia negativamente.

PREMIOS

* O prêmio em Paranaguá para maio ficou em 51 a 63 pontos acima de Chicago. Para junho, o valor é de 69 a 74 pontos acima.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra alta de 2,66% a R$ 5,582.

* A moeda é sustentada pela tensão comercial entre China e Estados Unidos e pelas incertezas políticas internas.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia não operam hoje por feriado. Hong Kong caiu 4,18% e Jacarta teve baixa de 2,35%. Tóquio e Xangai não abriram.

* As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -3,52%; Frankfurt, -3,27%; Londres, +0,17%, sendo a exceção.

* O petróleo opera com perdas. Junho do WTI em NY: US$ 19,52 o barril (-1,31%).

* O Dollar Index registra alta de 0,3%, a 99,37 pontos.

MERCADO INTERNO

* O mercado brasileiro de soja teve uma quinta, véspera de feriado, mais movimentada. SAFRAS calcula que ao menos 300 mil toneladas trocaram de mãos, volume moderado, mas bem acima da média da semana. Os preços subiram, acompanhando a combinação de dólar e Chicago em elevação.

* Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 101,50 para R$ 103,00. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 101,00 para R$ 102,50. No porto de Rio Grande, o preço aumentou de R$ 104,50 para R$ 106,00.

* Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 97,00 para R$ 99,50 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca avançou de R$ 103,00 para R$ 106,00.

* Em Rondonópolis (MT), a saca subiu de R$ 93,50 para R4 95,50. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 86,00 para R$ 88,00. Em Rio Verde (GO), a saca aumentou de R$ 91,00 para R$ 93,00.

AGENDA

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

– Balança comercial de abril – Ministério da Economia, 15hs.

– Condições das lavouras norte-americanas – USDA, 17hs.

—-Terça-feira (5/05)

– Japão: A bolsa de Tóquio permanece fechada em razão de um feriado.

– Coreia do Sul: A bolsa de Seul permanece fechada devido a um feriado.

– Eurozona:  O índice de preços ao produtor de março será publicado às 6h pela Eurostat.

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Industrial referentes a março.

– Estimativa para a safra 2020/21 de cana-de-açúcar no Brasil – Conab, 9hs.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

– EUA: O resultado da balança comercial de março será publicado às 9h30 pelo Departamento do Comércio.

—–Quarta-feira (6/05)

– Japão: A bolsa de Tóquio permanece fechada em razão de um feriado. 

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

– Definição da taxa Selic – Copom/BC, após o fechamento do mercado.

—–Quinta-feira (7/05)

– China: A balança comercial de abril será publicada na noite anterior pela alfândega.

– A Comissão Europeia divulga suas projeções econômicas.

– Alemanha: A produção industrial de março será publicada às 3h pelo Ministério de Economia e Tecnologia.

– Reino Unido: A decisão de política monetária será publicada às 8h pelo Banco da Inglaterra.

– Reino Unido: O Relatório de Inflação, documento trimestral com projeções para a economia, será publicado às 8h pelo Banco da Inglaterra.

– Produção mundial de grãos – AMIS/FAO, no início do dia.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

– Produção, vendas e exportação de máquinas agrícolas em abril – Anfavea, a partir das 10h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (1/05)

– Reino Unido: A bolsa de Londres permanece fechada em razão de um feriado.  

– Alemanha: O resultado da balança comercial e do balanço de pagamentos de março será publicado às 3h pelo Destatis.

– A FGV divulga às 8h os dados do Indice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) referentes a abril.

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) referentes a abril.

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referentes a abril.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a abril serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Previsão para a safra de soja e milho do Brasil em 2019/20 – SAFRAS & Mercado, 12hs.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Dados de colheita da soja no Brasil – SAFRAS & Mercado, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA